Menu
Beleza

Prepara a tua pele para um bronzeado perfeito

5 truques para um bronzeado espetacular

Passar muitas horas ao sol não é a solução para obter um bronzeado bonito e saudável. É importante perceber que o sol representa uma agressão à nossa pele, sendo o bronzeamento uma reação de defesa do organismo. No entanto, se queremos tanto ter aquela cor douradinha, que seja de forma saudável. Antes de ir apanhar sol, existem alguns passos essenciais para conseguir um bronzeado perfeito sem colocar a saúde da pele em risco.

1. Escolher alimentos ricos em betacarotenos

Tal como eu digo sempre: cuidar de dentro para fora! A alimentação tem muita influência no estado da nossa pele. Tudo o que comemos reflete-se na pele, para o bem e para o mal: se ingerirmos alimentos ricos em gorduras saturadas (como batatas fritas, açucares, carnes vermelhas), a nossa pele responde com celulite, acne e outras patologias; por outro lado, se tratarmos bem o nosso corpo – isso reflete-se na nossa pele – pele lisa, aveludada, viçosa e com elasticidade.

Comer alimentos ricos em betacarotenos ajuda a estimular a produção de melanina

Alimentos ricos em betacarotenos, que é um carotenoide, ou seja, um pigmento natural presente em alguns alimentos. Após ingerida, a substância tem a capacidade de se converter em vitamina A, devido a reações químicas no organismo. Estes alimentos têm muita influência no bronzeado, porque contribuem para a produção de melanina, constitui o principal mecanismo de defesa contra radiação solar.

Alguns alimentos ricos em betacarotenos, que podemos consumir em saladas, sumos ou batidos, por exemplo:

  • Cenoura;
  • Acerola;
  • Beterraba;
  • Batata-doce;
  • Milho;
  • Abóbora;
  • Pimentão;
  • Rabanete;
  • Melão
  • Espinafre

2. Preparar a pele para o bronzeado saudável

Para ter um bronzeado perfeito, é preciso preparar bem a pele. A esfoliação é essencial para uma pele saudável. Remove as células mortas e outras impurezas que estão à superfície da pele. A esfoliação acelera a renovação celular, limpa a pele em profundidade e liberta-a de células mortas, deixando-a pronta para ser hidratada, nutrida e para ficarmos com um bronze uniforme e duradouro.

Esfoliar a pele com sal marinho é uma forma de preparar a pele para receber os UV

Fazer uma esfoliação semanal é um ritual simples e muito importante nos nossos cuidados da pele durante o ano todo. E agora que andamos com mais pele à mostra é ainda mais importante cuidar dela.

Além da proteção, porque só temos uma pele para a vida inteira, todas gostamos de ficar com aquele ar douradinho saudável e para isso esfoliar a pele alguns dias antes de apanhar sol é fundamental!

O meu ingrediente mágico é o caroço de azeitona que faz uma esfoliação suave no rosto e no corpo, sem agredir. Com a pele molhada é só aplicar em movimentos circulares, com pressão moderada e de forma homogénea e com mais pressão em áreas ásperas como joelhos, cotovelos e calcanhares. Depois é só hidratar e, muito importante, usar protetor solar!

Após a exposição solar, pode-se fazer uma esfoliação suave, uma vez por semana, de forma a manter a pele macia e o bronzeado uniforme.

3. Proteger a pele

A aplicação do protetor solar não impede que a pele fique bronzeada e, pelo contrário, prolonga-o porque mantém as células saudáveis e a pele hidratada, evitando a descamação. O protetor solar deve ser aplicado cerca de 20 e 30 minutos antes da exposição solar e reaplicados, normalmente, a cada 2 ou 3 horas, especialmente se a pessoa transpirar ou entrar na água.

Usar protetor solar sempre

Como escolher um protetor solar? O primeiro critério é o FACTOR DE PROTECÇÃO SOLAR (FPS), que significa a capacidade do protetor solar em atrasar o aparecimento de eritema induzido pela radiação solar, UVB. Por outras palavras, define o nível de exposição ao sol necessário para produzir um eritema dividido pela quantidade de energia requerida para produzir o mesmo eritema numa pele protegida.

Mas além do factor de proteção solar, existem outros critérios a ter em conta na escolha de um protetor solar:

– Factor 50 ou mais

– Sejam eco-friendly, ou amigos do ambiente – com selo Ocean Protect*

– Com filtros solares físicos

– Que sejam fáceis de espalhar e agradáveis na pele

Não devemos esquecer-nos de que os filtros solares não são a única forma de proteção dos raios UV, principalmente quando estamos na praia. A roupa com proteção contra radicação ultravioleta também é importante, assim como a sombra, mas também evitar as horas de maior calor.

O sol é um dos fatores de envelhecimento cutâneo. O envelhecimento cutâneo, além de fatores cronológicos, que não podemos contrariar, apresenta outros fatores que contribuem para o aparecimento de rugas, manchas e flacidez e que só depende de nós atenuar e retardar.

A pele envelhecida aparece em áreas expostas ao sol: face, peito e mãos. Surgem rugas, lesões pigmentadas, sardas híper e Hipo pigmentação pele áspera e seca.

A penetração solar depende do tipo de interação: os UVA e os UVB. Os UVA, associados ao envelhecimento, são capazes de penetrar até a derme, enquanto dos UVB, associados às queimaduras, afetam apenas a epiderme. Mas os efeitos dos UVB são mais prejudiciais do que os UVA! Os UVA são causadores do envelhecimento da pele, destrói as fibras elásticas, ocorre o dia todo e caracteriza-se por ser um fraco indutor de eritema (vermelhidão na pele), conduz a imunossupressão e aparecimento de melanoma. Os UVB são responsáveis pelo bronzeamento e eritema cutâneo. Os dois tipos conduzem ao cancro de pele.

Tal como no cancro da pele, o melhor tratamento é a prevenção! Evitar comportamentos de risco, sobretudo alimentares, açúcar, álcool, sal, gordura, exposição excessiva ao sol e ao fumo do tabaco, usar protetor solar, antioxidantes e alimentação equilibrada são os truques para uma pele mais saudável!

4. Hidratar e cuidar a pele

O vento, as mudanças bruscas de temperatura, a exposição ao sol e o ar seco são fatores de perturbação na hidratação – favorecem a evaporação da água da superfície da pele e, portanto, leva a uma diminuição do grau de hidratação da superfície da pele (camada córnea).

Hidratar a pele para repor os nutrientes e a água à superfície

Depois da exposição ao sol, é necessário reparar e nutrir a pele com produtos capazes de re hidratar a pele, protegê-la e proporcionar as condições necessárias para a recuperação das suas propriedades naturais.

Os estratos de alguns frutos ricos em vitamina C e E com propriedades antioxidantes são excelentes para proteger a pele contra a agressão dos raios solares.

Para que o bronzeado se mantenha por mais tempo, deve-se aplicar um creme hidratante após o banho, diariamente, reforçando a aplicação nos dias de exposição solar, de forma a prevenir a desidratação da pele e a descamação.

5. Beber água

Para uma pele saudável e bem bronzeada, nada mais importante do que mantê-la sempre bem hidratada. Além de utilizar um creme hidratante, é absolutamente obrigatório beber muita água! Para muitas pessoas é difícil beber água, mas eu dou-te alguns truques neste texto.

Aromatizar a água é um dos truques para beber água sem sacrifícios

O grau de hidratação da superfície da pele (camada córnea) depende em grande parte da água fornecida por via interna, isto é, a água que ingerimos, que funciona como um hidratante que trabalha de dentro para fora. Uma pele hidratada e saudável vai conseguir proteger-se dos raios UV.

About Author

Sou a Andreia e sou comunicadora, empreendedora, mulher, apaixonada, real. Acompanha aqui as minhas sugestões de bem-estar e dicas de cosmética natural.

No Comments

    Leave a Reply